Toyota Gazoo Racing apresenta nova Hilux

Toyota

A TOYOTA GAZOO Racing (TGR) vai competir em 2024 com a versão atualizada da pick-up vencedora do Dakar, com a nova designação Toyota GR DKR Hilux EVO T1U – um nome que reflete tanto as atualizações da Hilux de competição como a nova categorização W2RC.

A equipa vai inscrever cinco equipas no Dakar 2024, incluindo dois pilotos estreantes que vão participar na corrida automóvel mais dura do mundo. Esta será a maior equipa que a TGR alguma vez apresentou no icónico Rali Dakar, misturando a experiência inigualável de Giniel de Villiers com o ritmo inegável de Lucas Moraes e Seth Quintero.

Por fim, a equipa também confirmou que tanto Lucas como Seth, juntamente com os seus co-pilotos, irão competir na temporada de 2024 do Campeonato do Mundo de Ralis da FIA (W2RC).

O Dakar 2024 será a primeira ronda do W2RC 2024 e, como tal, será uma prova crucial para as duas equipas da TGR confirmadas para o campeonato mundial W2RC: Lucas Moraes e Armand Monleon, bem como Seth Quintero e Dennis Zenz.
Estas duas equipas estarão ansiosas por começar o mundial W2RC de forma sólida, que está confirmado com quatro provas após a abertura da época com mítico Rali Dakar. As provas são:
– Abu Dhabi Desert Challenge (25 fevereiro-2 março, 2024)
– BP Ultimate Rally-Raid em Portugal (2-7 abril, 2024)
– Desafio Ruta 40 na Argentina (2-8 de junho de 2024)
– Rali de Marrocos (5-11 de outubro de 2024)
Enquanto estas duas equipas lutarão pela vitória no W2RC após o Rali Dakar, os três pilotos sul-africanos irão participar na altamente competitiva e emocionante South African Rally-Raid Series (SARRC), que também serve como o principal programa de testes para o desenvolvimento da GR DKR Hilux EVO T1U.

ToyotaLucas Moraes foi a revelação do Dakar 2023, correndo em segundo lugar durante a maior parte do rali numa Toyota Hilux privada, acabando por subir ao pódio final em terceiro lugar da geral – fazendo dele um dos estreantes mais bem sucedidos na história do Rally Dakar. Este ano, o jovem brasileiro fará dupla com Armand Monleon, de Espanha, que inicialmente competiu no Dakar numa moto, antes de mudar para SSV e agora passa para as corridas de rally-raid.

Terão a companhia de Seth Quintero e do copiloto Dennis Zenz ao longo do ano. Seth tem sido descrito como um prodígio do rally-raid e um dos maiores talentos do atual grupo de pilotos emergentes. O seu ritmo inegável, juntamente com uma profundidade de experiência que desmente a sua juventude, faz dele um dos mais promissores pilotos no bivouac, e a TGR está entusiasmada por ver o que o rápido e jovem piloto pode alcançar ao volante da nova GR DKR Hilux EVO T1U. Seth terá o copiloto alemão, Dennis Zenz, ao seu lado no carro, e estarão ansiosos por completar o seu quarto Dakar juntos.

Ambas as jovens equipas vão procurar tirar partido da experiência oferecida à equipa por Giniel de Villiers, que venceu o Rali Dakar em 2009. Giniel tem um registo sem paralelo no evento, tendo completado 20 provas do Dakar até à data. Terminou no Top 10, 19 vezes, alcançou oito lugares no pódio e 15 Top 5. Ele será novamente parceiro de Dennis Murphy da África do Sul, como tem sido desde o Dakar 2022. A dupla também ganhou o título do SARRC em 2022.

A eles juntar-se-ão a jovem sensação das corridas, Saood Variawa e o seu copiloto, Francois Cazalet. Saood compete pela TOYOTA GAZOO Racing SA no Campeonato Global de Carros de Turismo na África do Sul e também conduz uma Toyota Hilux T1+ como parte da equipa sul-africana do SARRC. Apesar da sua juventude (Saood tem apenas 18 anos de idade e está entre os mais jovens pilotos de trabalho de sempre a competir no Rali Dakar), o piloto baseado em Joanesburgo tem uma grande experiência e estará ansioso por enfrentar o Rali Dakar pela primeira vez em 2024. O seu pai, Shameer, completou dois Rallys Dakar como parte da mesma equipa, e Saood estará ansioso por seguir as pisadas do pai.
A última equipa do alinhamento é Guy Botterill e o copiloto Brett Cummings. Cummings é um rosto familiar na equipa, uma vez que normalmente é co-piloto de Henk Lategan, que não pode competir devido a uma lesão no ombro na sequência de um forte acidente na África do Sul no início do ano. Guy vai enfrentar o seu primeiro Rali Dakar e espera que a experiência de Brett no evento o ajude. Guy tem um registo impressionante nos ralis sul-africanos e passou para a disciplina de rally-raid a tempo inteiro em 2023. Terminou como segundo classificado no SARRC deste ano, ficando muito próximo de título.

Nova GR DKR Hilux EVO T1U

Toyota

A nova Hilux é 100mm mais larga do que a antecessora e incorpora vários melhoramentos. A suspensão foi objeto de uma atenção especial e a unidade de ar condicionado foi deslocada para uma maior eficiência. Para além disso, o carro foi equipado com um novo sistema de arrefecimento, permitindo uma maior redundância.

O foco da Toyota na qualidade, durabilidade e fiabilidade foi um fator chave no desenvolvimento da nova Pick-up. Como tal, o carro tem estado em constante desenvolvimento ao longo do ano e as equipas da TGR completaram quase 30.000 km de corridas e testes na época de 2023 do W2RC e SARRC.

Foram realizados testes adicionais no Deserto do Kalahari e foi acrescentada uma quilometragem considerável de testes também em deserto, na Namíbia, como parte dos preparativos finais para o Rali Dakar, e a época de W2RC do próximo ano.

Biocombustível desenvolvido recentemente
Ao mesmo tempo, a equipa também tem vindo a integrar os seus planos para um futuro mais sustentável, tendo em vista o projeto Dakar Future. Como parte do seu compromisso para com este projeto, a Equipa TGR Dakar estabeleceu uma parceria com a Repsol, para atingir os objetivos exigidos muito antes da data limite de 2026.

A Repsol fornece combustíveis à TGR com 70% de conteúdo renovável, utilizando biocombustíveis avançados com uma redução da pegada de carbono de pelo menos 70%, em comparação com a gasolina convencional. Estes combustíveis renováveis foram concebidos e produzidos no Laboratório Tecnológico da Repsol em Madrid a partir de resíduos renováveis, como o óleo alimentar usado. Foram produzidos em instalações certificadas pelo esquema de sustentabilidade da UE ISCC, e as matérias-primas e os processos de produção cumprem os requisitos de sustentabilidade da Diretiva Europeia sobre Energias Renováveis. A TGR tem sido um parceiro de investigação e desenvolvimento da Repsol nos últimos 18 meses; primeiro testando em bancada e depois testando extensivamente no terreno o Repsol Renewable Fuel 70R+ em vários locais, com os testes finais pré-Dakar concluídos recentemente na Namíbia. A mistura utilizada pela equipa foi formulada exclusivamente para a TGR, de acordo com os regulamentos da FIA.

Dakar 2024 tem início marcado para 5 de janeiro, com um curto prólogo perto da cidade de Alula, no norte do país. Seis etapas difíceis estão previstas após o prólogo, incluindo uma inovadora etapa “48 horas Chrono”, que é essencialmente uma etapa maratona alargada. Seguir-se-á o tradicional dia de descanso, que terá novamente lugar na capital saudita de Riade (13 de janeiro de 2024). Mais seis etapas levarão o rali de volta à parte norte do país, antes de o evento terminar na cidade costeira de Yanbu, a 19 de janeiro.

Números das Hilux:
206 – Lucas Moraes / Armand Monleon
209 – Giniel de Villiers / Dennis Murphy
216 – Seth Quintero / Dennis Zenz
226 – Saood Variawa / Francois Cazalet
243 – Guy Botterill / Brett Cummings

ESPECIFICAÇÕES: GR DKR HILUX EVO T1U (2024)
Gestão do Motor: Motec
Transmissão: Sadev 6 velocidades sequenciais
Differenciais: todos “Limited Slip” (Frente, central, Traseiro)
Embraiagem: Cerâmica duplo prato, 215 mm
Estrutura: Tubular

Distância Entre-Eixos: 3,140 mm
Largura das vias: 2,025 mm
Comprimento: 4,810 mm
Largura: 2,300 mm
Altura: 1,890 mm
Peso: 2,010 kg, Regulamentação mínima da FIA (seco)
Carroçaria: Toyota Hilux Pick-Up Cabina Dupla em compósito
Suspensão Frontal: Duplo Wishbone, 350 mm Travel
Suspensão Traseira: Duplo Wishbone, 350 mm Travel
Jantes: Evo Course, 17 polegadas
Pneus: BF Goodrich, 37 polegadas
Tanque de combustível: Célula de segurança FT3, 540 litros

  • DAKAR 2023