ARC Sport fechou o ano com Vice-Campeonato

Rallye Vidreiro Centro de Portugal 2023

ARC SPORT FECHOU O ANO COM O VICE-CAMPEONATO COM MIGUEL CORREIA E JORGE CARVALHO

REGRESSO POSITIVO DE PEDRO ALMEIDA E PROVA REGULAR DE PAULO NETO

A ARC Sport esteve na discussão do título até ao final do CPR, tendo liderado o campeonato desde a 2ª prova do ano, com Miguel Correia e Jorge Carvalho, que tiveram no Rallye Vidreiro Centro de Portugal uma atuação muito positiva, sempre prontos a discutir o título até final. A equipa do Skoda Fabia Rally2 evo mostrou excelente atitude ao longo de toda a prova, terminando a época de 2023 como vice-campeã de Portugal de Ralis, num campeonato muito disputado que chegou à última prova com quatro candidatos ao título.

Miguel Correia e Jorge Carvalho levaram a luta até ao fim, acumulando ao longo das oito provas do calendário o maior número de pontos, fator o que lhe valeu o vice-campeonato, embora com os mesmos pontos de Armindo Araújo.

Viemos à luta, todos por igual, para a última prova do campeonato. É lógico que tivemos dificuldades acrescidas perante adversários de peso, altamente credenciados. O vice-campeonato acaba por ser bastante positivo, numa temporada que foi sempre muito disputada. Vamos analisar como será para o ano, mas acredito poder voltar a estar presente”, disse Miguel Correia.

De regresso à ARC Sport, Pedro Almeida navegado por Mário Castro tiveram um desempenho bastante positivo, como ensaio geral para a próxima época de 2024, que se espera seja muito produtiva.

É como se nunca tivesse saído da ARC Sport, uma casa que sinto como nossa. Foi um rali difícil, mas onde tentámos sempre fazer o melhor, apesar de uma única escolha errada de pneus ao longo de toda a prova. Para o próximo ano cá estaremos com a ARC Sport para tentar fazer um bom campeonato”, afirmou Pedro Almeida.

Paulo Neto realizou este ano cinco provas do campeonato, tentando conciliar a sua vida profissional com as exigências da competição. Fechar a época no Rallye Vidreiro Centro de Portugal acabou por ser um prazer para o piloto e para o seu navegador Nuno Mota Ribeiro.

Foi um rali difícil, com troços bastante sujos, como nunca tinha apanhado. De tarde, com o piso mais seco, já consegui tirar melhor partido do carro e andei mais à vontade. O Skoda esteve sempre cinco estrelas, apenas tenho de me habituar melhor às afinações”, disse Paulo Neto.

A ARC Sport esteve sempre na discussão do título até à última prova, com a habitual dedicação e elevado grau de profissionalismo de todos os elementos da equipa de Aguiar da Beira.

Os meus parabéns ao Miguel pelo vice-campeonato, num ano intenso de competição, com disputa apertada até final do CPR. O Pedro fez o rali possível, e o Paulo teve algumas dificuldades no início, mas no final do rali voltou ao ritmo habitual. Quero deixar os meus parabéns a toda a equipa por mais um ano de trabalho positivo, e dar os parabéns ao Ricardo Teodósio e ao José Teixeira, que mostraram na última prova merecer o título de campeões”, afirmou Augusto Ramiro.

Classificação do CPR 2023

1º Ricardo Teodósio 128

2º Miguel Correia 121

3º Armindo Araújo 121

4º José Pedro Fontes115

5º Kris Meeke 109