Ogier e Tanak separados por 11,9 segundos no Rally de Portugal

Rally de Portugal
Ott Tänak (EST) / Martin Järveoja (EST) Hyundai i20 N Rally1

Apenas 11,9 segundos! É esta a diferença com que, Sébastian Ogier e Ott Tänak, os dois primeiros classificados do Vodafone Rally de Portugal, partem para os 62,18 quilómetros cronometrados da derradeira etapa. Uma luta entre dois campeões do Mundo, também eles ex-vencedores da prova, mas também mais um episódio do duelo entre Toyota e Hyundai. Se no WRC2 também está tudo em aberto, com os quatro primeiros separados por 21,3 segundos, entre os portugueses só um percalço impedirá Armindo Araújo de ser, pela sexta vez consecutiva, o melhor dos pilotos nacionais. Amanhã (sábado), as duas passagens pelos troços de Cabeceiras de Basto e Fafe, são o palco de todas as decisões.

 

Sete anos depois da última vitória, é desta que Sébastien Ogier vai conquistar o sexto triunfo e assim desempatar com Markku Alén, como o piloto mais bem-sucedido da história da prova organizada pelo Automóvel Club de Portugal? Ou, pelo seu lado, Ott Tänak vai repetir o sucesso da edição de 2019? Sem prejuízo de outros cenários, é esta a grande dúvida para a derradeira e decisiva etapa de amanhã do Vodafone Rally de Portugal. Uma extraordinária luta em perspetiva, que também vai ditar a nona vitória da Toyota – as cinco últimas consecutivas – ou a segunda da Hyundai na prova.
 
“Golpe de teatro” em Montim 1
Mais do que o Centro do país, o Norte foi madrasto para as aspirações de alguns dos principais protagonistas do Vodafone Rally de Portugal. A segunda etapa começou com um forte ataque de Kalle Rovanperä, com o piloto da Toyota a ganhar meio segundo, por quilómetro, ao mais direto adversário, na passagem inaugural por Felgueiras. Seguiu-se a classificativa de Montim, palco de um autêntico “golpe de teatro”: ao quilómetro 3,9, Kalle Rovanperä despistou-se e duas curvas e 200 metros depois, Oliver Solberg capotou o Skoda por diversas vezes. De uma assentada, ficavam de fora dois líderes: o absoluto e o do WRC2.
Kalle Rovanperä afirmou: “Foi pena, porque a manhã tinha começado muito bem para nós. Simplesmente falhei o ponto de travagem em linha reta e saímos largo numa zona muito escorregadia. Na sequência de curvas anterior tinha havido uma ligeira confusão nas notas e eu ainda estava a pensar nisso, numa fração de segundo. Com estes carros isso não pode acontecer. Foi um erro meu.”
 
Ogier e Tänak monopolizam vitórias em troços
Rally de Portugal
Sébastien Ogier (FRA) / Vincent Landais (FRA) Toyota GR Yaris Rally1

Seguiram-se oito classificativas, quatro delas ganhas por Sébastian Ogier e três por Ott Tänak. No final do dia, apenas 11,9 segundos de diferença entre os pilotos da Toyota e Hyundai. Uma escassa diferença que, amanhã (domingo), promete aumentar a romaria às classificativas de Cabeceiras de Basto e de Fafe.

 
“Foi um bom dia, mas complicado. Não estávamos à espera que acontecessem tantas coisas. Do lado da Toyota não foi perfeito e perdemos dois carros. Agora temos de terminar a tarefa amanhã”, sublinhou Sébastian Ogier.
Já Ott Tanäk afirmou: “Esta tarde tivemos um melhor ritmo nos pisos com sulcos, mas, no geral, foi um dia bastante sólido. Hoje, fizemos o nosso melhor com as ferramentas que temos”.
No terceiro lugar, a 1m11,4 segundos do líder, Thierry Neuville vai procurar manter a posição e somar pontos que lhe permitam reforçar a liderança do campeonato de pilotos, com o belga a destacar: “Se alguém nos tivesse dito que terminávamos a etapa no terceiro lugar, eu não tinha acreditado. Foi um dia perfeito e estamos ansiosos pelo de amanhã, emocionante e com muitos pontos para conquistar”.
O belga da Hyundai beneficia da proteção de Dani Sordo que, pese embora ter terminado o dia a 14,2 do colega de equipa, parte sobretudo com a preocupação de defender-se dos ataques de Adrien Formaux, uma vez que o piloto da Ford terminou a etapa a apenas 7,3 segundos do espanhol, depois de uma brilhante vitória na Super-Especial de Lousada, com novo recorde da pista.
Já Elfyn Evans, atual sexto classificado, bem como Kalle Rovanperä, que vai regressar em modo “Rally2” – tal como o japonês Takamoto Katsuta, que abandonou esta manhã, quando era terceiro – vão partir para a etapa de amanhã com o objetivo de amealharem o maior número de pontos na Power Stage.
 
Tudo em aberto também nos Rally2
Rally de Portugal
Nikolay Gryazin (BUL) / Kostantin Aleksandrov (RUS) Citroën C3 Rally2

Espetacular também promete ser a luta entre os Rally2. Oliver Solberg e Gus Greensmith abandonaram por acidente e a luta pela vitória passou a ter outros protagonistas. À partida da derradeira etapa, os quatro primeiros partem separados por apenas 21,3 segundos. Nikolay Gryazin (Citroën) é o líder, com 9,7 segundos de vantagem para Jan Solans (Toyota), 17,7s para Josh McErlean (Skoda) e 21,3s para Yohan Rossel (Citroën).

Quando era o sétimo classificado entre os Rally2, Kris Meeke capotou o Hyundai em Paredes 2, sendo obrigado a desistir.
 
Armindo Araújo líder entre os portugueses
Entre os pilotos nacionais, Armindo Araújo (Skoda) até em modo “passeio” tem tudo para ser o melhor português pela sexta vez consecutiva.
 
O dia de todas as decisões
No último e decisivo dia do Vodafone Rally de Portugal, os concorrentes têm pela frente uma dupla passagem pelos troços de Cabeceiras de Basto e Fafe, num total de 62,18 quilómetros. E, a exemplo dos últimos anos, a segunda passagem pela classificativa de Fafe volta a ter o estatuto de Power Stage. Ou seja, a especial que premeia os cinco pilotos mais rápidos com pontos adicionais, independentemente de terminarem nos lugares pontuáveis para o Mundial.
Vodafone Rally de Portugal – Classificação após SS18:
1.º Sébastien Ogier (FRA) / Vincent Landais (FRA) Toyota GR Yaris Rally1, 3h01m55,8s
2.º Ott Tänak (EST) / Martin Järveoja (EST) Hyundai i20 N Rally1, a 11,9s
3.º Thierry Neuville (BEL) / Martijn Wydaeghe (BEL) Hyundai i20 N Rally1, a   1m11,4s
4.º Dani Sordo (ESP) / Candido Carrera (ESP) Hyundai i20 N Rally1, a 1m25,6s
5.º Adrien Fourmaux (FRA) / Alexandre Coria (FRA) Ford Puma Rally1, a 1m32,9s
6.º Elfyn Evans (GBR) / Scott Martin (GBR) Toyota GR Yaris Rally1, a 3m23,8s
7.º Nikolay Gryazin (BUL) / Kostantin Aleksandrov (RUS) Citroën C3 Rally2, a 9m25,5s (1º WRC2:)
8.º Jan Solans (ESP) / Rodrigo Sanjuan (ESP) Toyota GR Yaris Rally2, a 9m35,2s
(…)
19.º Armindo Araújo (POR) / Luís Ramalho (POR) Skoda Fabia Rally2, a 16m41,6s (1.º português)
https://www.youtube.com/watch?v=YITTOkvU0ac
PROGRAMA
 
Domingo, 12 de maio de 2024
 
05h30  Partida Matosinhos (Exponor)
07h05   SS19 Cabeceiras de Basto 1 (19,91 km)                           
08h35  SS20 Fafe 1 (11,18 km)                           
09h35  SS21 Cabeceiras de Basto 2 (19,91 km)
12h15  SS22 Fafe 2 – Power Stage (11,18 km)
13h43  Chegada à zona de assistência em Matosinhos (Exponor)
Líderes do Vodafone Rally de Portugal
SS1-2    Thierry Neuville
SS3-5    Takamoto Katsuta
SS6-10  Kalle Rovanperä
SS11      Sébastien Ogier
SS12      Ott Tänak
SS13-18 Sébastien Ogier
Vencedores de classificativas
SS1        Thierry Neuville
SS2        Thierry Neuville
SS3        Dani Sordo
SS4        Dani Sordo
SS5        Thierry Neuville
SS6        Sébastien Ogier
SS7        Dani Sordo
SS8        Kalle Rovanperä
SS9        Sébastien Ogier
SS10      Kalle Rovanperä
SS11      Sébastien Ogier
SS12      Ott Tänak
SS13      Sébastien Ogier
SS14      Ott Tänak
SS15      Ott Tänak
SS16      Sébastian Ogier
SS17      Sébastian Ogier
SS18      Adrien Formaux