Peugeot Rally Cup Ibérica irá evoluir em 2024

Peugeot Rally Cup Ibérica
Hugo Lopes / Tiago Neves

Após seis temporadas de enorme sucesso, a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA irá evoluir em 2024, e será complementada com dois troféus nacionais, corridos nos respetivos lados da fronteira, a PEUGEOT RALLY CUP PORTUGAL e o DESAFÍO PEUGEOT em Espanha.

Assente nos alicerces que tornaram a copa ibérica numa das referências internacionais dos troféus monomarca, a PEUGEOT Portugal e a PEUGEOT Espanha irão aumentar a proximidade aos talentos e às equipas de ralis em cada mercado, com a organização dos dois troféus de âmbito nacional.

Comum às três competições será o competitivo e robusto PEUGEOT 208 Rally4máquina saída dos ateliers da Stellantis Motorsport e que foi a montada exclusiva das dezenas de equipas que, ao longo das temporadas de 2020 a 2023 lutaram pelos melhores lugares, pelas vitórias e pelos títulos da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA, abrilhantando em simultâneo as provas nacionais.

Com elevada fiabilidade e robustez, o PEUGEOT 208 Rally4 está adaptado a todos os tipos de superfícies e permite aos pilotos o máximo grau de exigência, para que possam aperfeiçoar as suas capacidades de condução e otimizar o seu desempenho, traduzindo-o em resultados.

A nova PEUGEOT RALLY CUP PORTUGAL

Paugeot Rally Cup Ibérica
João Silva / João Paulo

A aposta da PEUGEOT nos ralis nacionais ver-se-á reforçada em 2024 com o surgimento da nova PEUGEOT RALLY CUP PORTUGAL, o troféu monomarca que tem como objetivo alavancar, fortemente, o aparecimento de grandes valores lusos na modalidade rainha das provas de estrada em Portugal.

Sendo uma nova competição ao serviço dos pilotos e das equipas nacionais, a PEUGEOT RALLY CUP PORTUGAL 2024 irá compor-se de cinco ralis, de entre os eventos em pisos de terra e de asfalto mais representativos do Campeonato de Portugal de Ralis (CPR). No final da época, atribuir-se-ão os títulos de ‘Campeão’ a Pilotos, Navegadores e Equipas nacionais. O mesmo conceito irá aplicar-se ao DESAFÍO PEUGEOT 2024, também composto por cinco eventos pontuáveis para o Supercampeonato de España de Rallies (S-CER) e para a Beca Junior RTS.

Na complementar PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2024, o apuramento dos ‘Campeões’ far-se-á pelos resultados de dois ralis de cada série nacional. Os vencedores irão juntar-se ao palmarés de seis temporadas da copa ibérica.

Coorganizada pela PEUGEOT Portugal e a PEUGEOT Espanha, com a coordenação logística e desportiva a cargo da Sports & You, a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA tem permitido aos jovens talentos ibéricos, bem como a outros nomes de diferentes origens, progredirem nas suas carreiras dos ralis, promovendo-os às mais altas esferas dos ralis do WRC2, sub-escalão do Mundial de Ralis (WRC), ao Europeu de Ralis (ERC) e aos Campeonatos Nacionais, na sua grande maioria integrados em estruturas oficiais de diferentes marcas da Stellantis Motorsport.

Em termos de prémios, a PEUGEOT RALLY CUP PORTUGAL 2024, o DESAFÍO PEUGEOT 2024 e a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA irão contar com um aliciante montante de prémios monetários, de valor acumulado alargado face aos anos anteriores. Adicionalmente, no final da época, serão atribuídos os respetivos Grandes Prémios nacionais e os da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2024.

Informações complementares sobre Regulamentos Desportivos, calendários, pacotes de prémios, entidades patrocinadoras e demais conteúdos destas três copas serão comunicados oportunamente.

PEUGEOT RALLY CUP PORTUGAL, herdeira do Troféu PEUGEOT 206

Escuderia Castelo Branco

Marca intimamente ligada à competição e que forjou a sua própria identidade na história do desporto automóvel nacional e internacional, a PEUGEOT tem apostado nos seus próprios – e bem-sucedidos – programas de promoção, orientados para o desenvolvimento e formação de novos talentos. Uma filosofia que a marca consolidou ao longo de décadas, em diversos países, e que se mantém até aos dias de hoje, sempre com o cunho da sua divisão de competição PEUGEOT Sport, estrutura hoje integrada na área da Stellantis Motorsport.

Tal como aconteceu aquando do lançamento da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA em 2018, a nova PEUGEOT RALLY CUP PORTUGAL representa um reforço do envolvimento da PEUGEOT Portugal nos ralis nacionais, numa espécie de regresso às origens.

Pode, mesmo, considerar-se esta nova copa monomarca como herdeira do Troféu PEUGEOT 206, iniciativa realizada entre os anos 2003 e 2006, sob a ‘batuta’ de Carlos Barros, e que consagrou José Sampaio no ano de estreia, Bruno Magalhães na época seguinte e “Mex” Machado dos Santos nas duas últimas, nomes que, entretanto, evoluíram para outros patamares no domínio do automobilismo.

Contando com um vasto palmarés nos ralis, nomeadamente no nosso país, a PEUGEOT é dos construtores mais reputados em termos de competição motorizada, somando 7 títulos de Pilotos e 6 de Marcas, entre outras distinções. Os primeiros foram alcançados há duas décadas e meia, quando em 1997 – no segundo ano da estrutura oficial da PEUGEOT Portugal nos ralis nacionais – Adruzilo Lopes levou o 306 Maxi ao título de Campeão de Portugal de Ralis, proeza que repetiria em 1998 e, depois, em 2002, aqui aos comandos de um 206 WRC, máquina que no ano seguinte contribuía para o cetro alcançado por Miguel Campos.

Em 2003, a estrutura oficial portuguesa levaria Campos e esse 206 WRC ao estatuto de Vice-Campeões da Europa de Ralis, numa história de sucessos que teria depois continuidade com Bruno Magalhães, piloto que alcançaria um “tri” nas temporadas nacionais de 2007 a 2009, aos comandos de um 207 S2000, resultados que lhe permitiriam dar o salto para os palcos internacionais. Tudo isto entre outros resultados de relevo que constam do palmarés da, entretanto, extinta equipa.

Mais recentemente, e já na PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA, assistimos à ascensão de Pedro Antunes ao título de Campeão Ibérico de 2020.

DESAFÍO PEUGEOT, uma marca inegável nos ralis de Espanha

Também do outro lado da fronteira é grande a tradição das copas promovidas pela PEUGEOT Espanha, processo que remonta a meados dos anos 80 e que tem origem num precedente da década anterior, o Desafío SIMCA estreado em 1971 e que se baseava nos 1000 Rally e 1200 da marca francesa, posteriormente transitando para Desafío TALBOT, com o Horizon Samba Rally.

Criado o DESAFÍO PEUGEOT em 1986, a base de trabalho seria o PEUGEOT 205 GTi, um dos modelos mais emblemáticos da PEUGEOT e da própria história do automobilismo, tornando-se na estrela das primeiras edições do campeonato de promoção estreado em Espanha, e que rapidamente se tornou na maior e mais prestigiada copa monomarca do então Campeonato de España de Ralies.

Entre os nomes que beneficiaram da aprendizagem trazida pela copa destacam-se o asturiano Roberto ‘El Guaje’ Solís, vencedor em 1999, ele que garantiu, no ano seguinte, um volante oficial de um 106 Rally 1.6; ou Enrique García Ojeda, cantábrio que teve uma carreira de oito anos como piloto oficial da PEUGEOT España, até a um nível internacional em 2006 e 2007, neste último conquistado a edição inaugural do Intercontinental Rally Challenge com um 207 S2000, garantindo, de caminho, o título espanhol de ralis. Estes factos que o tornaram uma referência para as gerações seguintes que vieram enriquecer o palmarés da copa espanhola, aos comandos de viaturas como os 206 XS.

Após um interregno de uma década, o espírito do DESAFÍO PEUGEOT viu-se reavivado com a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA, primeiramente assente nos espetaculares PEUGEOT 208 R2, um modelo que, entretanto, viria a ser substituído no catálogo da marca, pelos muito eficazes 208 Rally4. Modelo que se tornou na referência na classe “Rally4”, é com ele que, à semelhança das copas portuguesa e ibéria, a PEUGEOT Espanha prepara a edição 2024 do DESAFÍO PEUGEOT, iniciativa que dará continuidade a esse historial tão vasto e concreto no motorsport espanhol.