Quarta vitória de Kris Meeke no CPR

Rally de Portugal

Quarta vitória de Kris Meeke no CPR – Campeonato de Portugal de Ralis

O Vodafone Rally de Portugal era também pontuável para o Campeonato Nacional de Ralis, contando até à 9º Prova especial de Classificação, Mortágua 2.

O piloto da Hyundai Portugal, com um andamento forte e regular, bateu por 1m24segundos José Pedro Fontes (Citroen C3 Rally 2) e 1min33 segundos Armindo Araújo (Skoda Fabia RS Rally2). José Pedro e Armindo foram protagonistas de uma acesa luta pelo 2º lugar no CPR, mas José Pedro Fontes levou a melhor.

O Campeão em título, Ricardo Teodósio debateu-se com alguns problemas mecânicos no seu Hyundai i20 N Rally2, fruto da dureza da prova, tendo acabado na 10º posição da geral.

No campeonato das duas rodas motrizes – 2RM, dois pilotos da região Centro, Gonçalo Henriques, Vila Nova de Poiares em Renault Clio Rally4, e Hugo Lopes de Viseu em Peugeot 208 Rally4 tiveram uma luta muito interessante, mas com a desistência de Hugo Lopes, com um eixo da roda traseira direita partido, o jovem Gonçalo Henriques dominou por completo esta classificação, conseguindo uma diferença de 3min01segundos para Hélder Miranda (Peugeot 208 Rally4).

Armindo Araújo, o Melhor Português

Pela 13ª vez (últimas 6 consecutivas) Armindo Araújo foi o melhor Português no final do Vodafone Rally de Portugal.

Com alguns problemas técnicos, que no primeiro dia de prova o levou apenas ao 3º lugar do CPR, Armindo foi o melhor dos pilotos nacionais no Rally de Portugal, terminando em 17º da geral, somando mais um resultado importante para o seu palmarés.

Ricardo Teodósio, também com muitos problemas ao longo da prova, foi o 2º. melhor Português, concluindo a prova em 25º da geral.

Espanhol, Jan Solans ganha WRC2

Rally de Portugal
Jan Solans (ESP) / Rodrigo Sanjuan (ESP) Toyota GR Yaris Rally2

Uma luta muito intensa ao longo do Rally, com muitas mudanças de líder e oito pilotos diferentes a ganharem troços (destaque para Solberg (4 troços) e Pajari (6 troços)), a vitória acabou por sorrir ao Jan Solans, num Toyota Yaris GR. Esta foi a primeira vitória da sua carreira no WRC2 e também a primeira de um Toyota Yaris Rally2 na categoria.

Joshua McEarlean, em Skoda Fabia ficou em segundo lugar e o finlandês Lauri Joona foi 3º classificado e encerra um inesperado pódio no WRC2 e uma excelente competição.

Vodafone Rally de Portugal 2024 – Classificação final:

1.º Sébastien Ogier (FRA) / Vincent Landais (FRA) Toyota GR Yaris Rally1, 3h41m32,3s  

2.º Ott Tänak (EST) / Martin Järveoja (EST) Hyundai i20 N Rally1, a 7,9s         

3.º Thierry Neuville (BEL) / Martijn Wydaeghe (BEL) Hyundai i20 N Rally1, a   1m09,8s

4.º Adrien Fourmaux (FRA) / Alexandre Coria (FRA) Ford Puma Rally1, a 1m47,8s

5.º Dani Sordo (ESP) / Candido Carrera (ESP) Hyundai i20 N Rally1, a 2m48,9s

6.º Elfyn Evans (GBR) / Scott Martin (GBR) Toyota GR Yaris Rally1, a 6m36,0s

7.º Nikolay Gryazin (BUL) / Kostantin Aleksandrov (RUS) Citroën C3 Rally2, a 11m48,4s
8.º Jan Solans (ESP) / Rodrigo Sanjuan (ESP) Toyota GR Yaris Rally2, a 11m52,9s (1.º WRC2)

(…)

17.º Armindo Araújo (POR) / Luís Ramalho (POR) Skoda Fabia Rally2, a 23m13,1s (1.º português)

(…)

25.º Ricardo Teodósio (POR) / José Teixeira (POR) Hyundai i20 N, a 37m15.8 s. (2º português).