Rally de Portugal ao rubro: 5,4 segundos separam os quatro primeiros classificados

Rally de Portugal
Kalle Rovanperä/Jonne Halttunen Toyota GR Yaris Rally1 HYBRID
Muito público, três diferentes líderes, cinco pilotos a vencerem classificativas e os quatro primeiros a terminarem a etapa separados por escassos 5,4 segundos. Que fantástico dia de sexta-feira do Vodafone Rally de Portugal. No Centro do país, os finlandeses Kalle Rovanperä e Jonne Haltunen foram os mais rápidos, com a dupla da Toyota a terminar a etapa com um segundo de vantagem para Sébastien Ogier. José Pedro Fontes liderou entre os pilotos nacionais, mas nas contas do Campeonato de Portugal de Ralis, Kris Meeke (Hyundai) somou a quarta vitória da época, em outras tantas provas. Amanhã (sábado), as XX equipas em prova rumam a Norte para a disputa da penúltima etapa.
No dia em que foi assinado o contrato para a continuidade do Vodafone Rally de Portugal no Campeonato do Mundo de Ralis de 2025 e de 2026, os muitos milhares de espetadores que se deslocaram às classificativas de Mortágua, Lousã, Góis e Arganil assistiram a um espetáculo extraordinário que promete continuar nos próximos dias. Se os quatro primeiros terminaram a etapa separados por 5,4 segundos, os sete primeiros couberam em 31,8 segundos e, desta vez, nem a tradicional dureza dos troços da região Centro fez vítimas entre as equipas de Rally1. Ou seja, é grande a expetativa para a etapa de amanhã.
Hoje (sexta-feira), a dupla finlandesa, Kalle Rovanperä/Jonne Halttunen só venceu uma das oito classificativas do dia e terminou a etapa com um escasso segundo de vantagem para o colega de equipa e oito vezes campeão do mundo, Sébastien Ogier. “Foi uma grande batalha durante todo o dia. Ainda assim, acho que não estamos onde devíamos estar.  Andámos apenas a sobreviver e terminámos com os pneus traseiros em muito mau estado. Amanhã, será um dia diferente, mas admito que é divertido estarmos a liderar”, afirmou o vencedor das duas últimas edições do Vodafone Rally de Portugal.
O japonês Takamoto Katsuta foi um dos heróis do dia: foi o mais rápido em três classificativas e completou o trio da Toyota, a apenas 4,7 segundos da liderança.
Rally de Portugal
Takamoto Katsuta/Aaron Johnston Toyota GR Yaris Rally1 HYBRID
Ott Tänak terminou no quarto lugar e como o primeiro dos três Hyundai I20 N Rally1s, a escassos sete décimos de segundo de Katsuta. O colega de equipa, Dani Sordo, na primeira prova da época no WRC, venceu três classificativas, fechando o quinteto da frente.
O líder do WRC, Thierry Neuville (Hyundai), teve a ingrata missão de abrir a estrada, mas manteve intactas as aspirações à vitória, ao perder apenas 18,1 segundos para o líder.
Nas posições imediatas terminaram Adrien Fourmaux (Ford), com o atual terceiro classificado do WRC a arriscar em levar apenas um pneu suplente para a seção matinal, e Elfyn Evans, o grande azarado da etapa. Para além de uma ingrata posição de partida, o copiloto Scott Martin esqueceu-se do seu caderno de notas no final da primeira seção, pelo que, até ao final do dia, foi forçado a ler as notas a partir de uma cópia digital, num telemóvel. Um furo no pneu dianteiro direito agravou a frustração do vencedor da edição 2021 do Vodafone Rally de Portugal, que cedeu 1m43,2s para o líder. “Nada nos está a correr bem. É assim que as coisas são por vezes. Ele (Scott) safou-se muito bem. Mas, da próxima vez, seria melhor se ele se lembrasse do livro!”, desabafou o britânico.
O WRC2 transformou-se numa luta a dois entre Oliver Solberg e Yohan Rossel. Apesar de algumas falhas de motor a baixas rotações, Solberg terminou o dia com 7,3 segundos de vantagem sobre o francês. Depois do abandono de Pierre-Louis Loubet, em Góis 2, o britânico Gus Greensmith terminou no terceiro lugar, a 13,3 segundos do líder.
Kris Meeke (Hyundai) voltou a vencer no CPR
Rally de Portugal
Kris Meeke/Stuart Loudon (Hyundai i20 N Rally2)
A etapa de hoje do Vodafone Rally de Portugal contou para o Campeonato Portugal de Ralis (CPR). Kris Meeke, somou o quarto sucesso em igual número de provas do calendário. A sua superioridade só terminou na segunda seção, quando a proteção de carter do Hyundai obrigou o piloto norte-irlandês a rodar com grandes cuidados. Mesmo assim, terminou o dia com 1m24,3s de vantagem para, José Pedro Fontes, o segundo classificado. O piloto da Citroën protagonizou um interessante duelo com Armindo Araújo (Skoda), como confirmam os 9,3 segundos com que terminaram separados. Pedro Almeida (Ford) e Paulo Neto (Skoda) fecharam o grupo dos cinco primeiros.
Entre os principais protagonistas do CPR, destaque para o facto de Kris Meeke e de Armindo Araújo irem continuar em prova, apesar das próximas etapas não permitirem somar pontos para o campeonato.
Equipas rumam ao Norte
Amanhã, os concorrentes rumam a Norte, para disputarem duas passagens pelas classificativas de Felgueiras, Montim, Amarante, Paredes e Felgueiras e, a encerrar o dia, a sempre espetacular super-especial de Lousada. Ao todo, são nove especiais que perfazem um total de 145,02 cronometrados.

Classificação Vodafone Rally de Portugal – Após PE9
1 Kalle Rovanperä/Jonne Halttunen             Toyota GR Yaris Rally1 HYBRID                1:25:00.4
2 Sébastien Ogier/Vincent Landais               Toyota GR Yaris Rally1 HYBRID                + 1.0
3 Takamoto Katsuta/Aaron Johnston           Toyota GR Yaris Rally1 HYBRID                + 4.7
4 Ott Tänak/Martin Järveoja                          Hyundai i20 N Rally1 HYBRID                  + 5.4
5 Daniel Sordo/Candido Carrera                   Hyundai i20 N Rally1 HYBRID                  + 17.9
6 Thierry Neuville/Martijn Wydaeghe         Hyundai i20 N Rally1 HYBRID                  + 18.1
7 Adrien Fourmaux/Alexandre Coria           Ford Puma Rally1 HYBRID                        + 31.8
8 Elfyn Evans/Scott Martin                             Toyota GR Yaris Rally1 HYBRID                + 1:43.2
9 Grégoire Munster/Louis Louka                  Ford Puma Rally1 HYBRID                        + 2:27.3
(WRC2)
10 Oliver Solberg/Elliott Edmondson           Skoda Fabia RS                                           + 3:42.1
(Melhor português)

21José Pedro Fontes/Inês Ponte                   Citroën C3                                                  + 7:48.3

Programa

Sábado, 11 de maio de 2024
07h00  Partida de Matosinhos (Exponor)
08h05  SS10 Felgueiras 1 (8,81 km)
09h05   SS11 Montim 1 (8,69 km)
10h05  SS12 Amarante 1 (37,24 km)
11h35  SS13 Paredes 1 (16,09 km)
12h26  Chegada ao reagrupamento e zona de assistência a Matosinhos (Exponor)
13h30  Partida de Matosinhos (Exponor)
14h35  SS14 Felgueiras 2 (8,81 km)
15h35  SS15 Montim 2 (8,69 km)
16h35  SS16 Amarante 2 (37,24 km)
18h05  SS17 Paredes 2 (16,09 km)
19h05  SS18 Lousada (3,36 km)
20h05  Chegada à zona de assistência a Matosinhos (Exponor)
 
 
Líderes do Vodafone Rally de Portugal
SS1-2         Thierry Neuville
SS3-5         Takamoto Katsuta
SS6-9         Kalle Rovanperä
Vencedores de classificativas
SS1            Thierry Neuville
SS2            Thierry Neuville
SS3            Dani Sordo
SS4            Dani Sordo
SS5            Thierry Neuville
SS6            Sébastien Ogier
SS7            Dani Sordo
SS8            Kalle Rovanperä
SS9            Sébastien Ogier
https://www.youtube.com/watch?v=KGurxBMgHoQ